container-escritorio

Escritórios modernos e sustentáveis

Em tempos de escassez hídrica e mudanças climáticas, o tema da sustentabilidade é destaque em diversas áreas. Na arquitetura não é diferente. Saber aproveitar melhor a iluminação, adaptar o espaço e buscar materiais mais sustentáveis, são algumas das alternativas para poupar recursos naturais considerando a funcionalidade dos espaços.

A decisão de construir escritórios sustentáveis exige planejamento  e requer que seja avaliada a viabilidade econômica do projeto.  É preciso prever e ter controle do orçamento em todas as etapas da obra.

Alternativas para projetar escritórios modernos e sustentáveis

  1. Utilização de containers

Se antes eles eram considerados sucata, hoje são matéria prima de muitas edificações. Os containers, cada dia mais, vêm sendo mais bem aproveitados para a construção de locais modernos e compactos e são um exemplo de boa reutilização dos materiais. Além de ser um espaço compacto, os containers podem contar com a alternativa da mobilidade.

Com dificuldades de encontrar espaços para locação, o escritório Suguroku utilizou a alternativa dos containers para aproveitar o espaço de forma temporária.  Com containers empilhados em uma área locada na cidade de Gifu, no Japão, o escritório foi construído considerando a hipótese de ser removido no futuro. 

containers-escritorio-rado-arquitetura-

  1.        Posicionamento do ambiente 

Incorporar a ventilação natural, a iluminação natural além de aproveitar as águas pluviais é uma tendência para projetos dos mais diversos tipos. Não existe uma receita única para projetar, no entanto, algumas observações como o posicionamento dos ambientes é um fator relevante principalmente quando se trata de aproveitamento da luz natural.

Dessa maneira, o melhor é considerar:

– Face norte: ideal para edificação em climas mais frios, como salas e áreas de elevada permanência. Essa localização é capaz de poupar recursos como ar condicionados, por exemplo.

– Face sul: ideal para incluir corredores, escadas, garagens, depósitos entre outros devido à luz uniforme e ventos frios de inverno.

– Face leste: ideal para incluir salas de elevada permanência devido a posição nascente do sol

– Fase oeste: ideal para o plantio de árvores e localização de áreas de baixa permanência.

Escritórios sustentáveis chegam a apresentar uma economia de cerca de 30% em sua manutenção, considerando um menor gasto de água, e energia devido ao melhor posicionamento do ambiente.

  1.     Materiais de construção 

Evite utilizar materiais prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente. Materiais cerâmicos são uma ótima alternativa para construções sustentáveis. Utilizar material de demolição é outra dica que pode ser bastante válida, embora nem sempre econômica.

Busque, sempre que possível adaptar à construção à materiais certificados. Isso garante que o produto foi extraído de forma correta sem prejudicar o meio ambiente e é proveniente de um manejo adequado.

Outra dica é buscar torneiras e descargas ecológicas capazes de economizar significativamente a água. 

  1.        Resíduos sólidos 

Priorize durante a construção o correto armazenamento e destinação final dos resíduos gerados. Se existirem muitas sobras, procure recicla-las ou revende-las visando uma nova utilização. Se possível utilize a compostagem para resíduos orgânicos existentes.

A partir dessas dicas é possível repensar projetos e buscar alternativas para edificações mais sustentáveis, sem perder o estilo e o design.

Este post foi útil para você? Conhece outras alternativas para construções sustentáveis? Comente e compartilhe!

Escritório Radô Arquitetura

  • Rafael Forte

    Muito legal, gostei,
    Estou fazendo um trabalho da faculdade e deu para levantar algumas ideias.