ComercialKyra-02

4 materiais sustentáveis para a reforma do seu escritório

A arquitetura vem incorporando cada dia mais o desafio de transformar ambientes de forma sustentável. Trabalhar com materiais que geram baixo impacto ao meio ambiente, reduzir fontes de ventilação e iluminação artificias e reaproveitar materiais são apenas alguns dos exemplos que se tornaram uma tendência na concepção de projetos de construção, reforma e decoração de interiores.

No ambiente corporativo, a busca pelo conceito de sustentabilidade na reformulação dos espaços também é crescente. Pensando nisso, selecionamos alguns materiais que podem – e devem – ser utilizados na hora de reformar o seu escritório.

Blocos cerâmicos estruturais

A utilização de cimento em obras tem como consequência um alto consumo de água e de energia. Uma alternativa adotada para realizar uma obra mais sustentável são os blocos cerâmicos estruturais que, além de dispensarem o uso de cimento para o assentamento, não geram resíduos e evitam o desperdício de materiais.

Esse material é produzido com solo selecionado e tratado, livre de sal e compostos orgânicos. Cada bloco conta com dois orifícios que são acoplados e intervalados durante a instalação. A montagem dos blocos não requer mão de obra especializada e, além de ter um baixo custo global, conta com um alinhamento e acabamento impecável.

Madeira de demolição 

A madeira de demolição é um recurso versátil que surgiu a partir do reaproveitamento de materiais. Esse tipo de madeira, quando utilizada na decoração de interiores, permite criar um contraste rústico em um ambiente moderno, comum a diversos escritórios. Uma boa pedida é a utilização em cruzetas como forma de revestimento. Essa madeira conta com um aspecto envelhecido muito apreciado por decoradores e pode transformar o escritório, incorporando a sustentabilidade sem perder a sobriedade de um ambiente de trabalho.

Iluminação e lâmpadas

A readequação das fontes de iluminação natural é uma das principais adaptações para inserir o conceito da sustentabilidade em uma reforma. Aproveitar melhor as janelas e investir em blocos de vidro que permitem a entrada de luz são apenas alguns dos passos para quem quer iluminar o ambiente ser ter que gastar com fontes artificiais.

Caso seja necessária a adoção de lâmpadas artificias, prefira aquelas que contam com o selo PROCEL de eficiência energética. Outra dica é a adoção de lâmpadas de LED sempre que possível, uma vez que são mais eficientes energeticamente e possuem maior vida útil.

Torneiras e descargas ecológicas

A crise hídrica despertou a atenção para o consumo de água. Por se tratar de um recurso finito, contar com materiais que ajudem a evitar o desperdício é fundamental. Um dos exemplos é a utilização de torneiras inteligentes que são capazes de reduzir em 60% o desperdício quando comparadas à uma torneira tradicional. Além de interromperem o curso de água automaticamente, elas podem controlar a intensidade do jato, permitindo o racionamento da água.

A descarga com acionamento duplo também permite a economia, pois faz com que o usuário acione o dispositivo que libera mais ou menos água na hora da descarga economizando cerca de 20 litros por pessoa ao dia.

Gostou de conhecer essas dicas? Então não deixe de acompanhar o blog e saiba como podemos reformular os espaços do seu escritório tornando-o um ambiente mais sustentável e agradável.